was successfully added to your cart.

Durante a passagem da Idade Média para a Era Moderna surge o Renascimento. Simbolismos religiosos se misturaram com a ciência e o humanismo, valorizando o conhecimento, a perfeição e o raciocínio lógico. Mas, espere um pouco… Acho que alguns OVNIS apareceram no céu renascentista!

  • Madonna com São Giovanino – Domenico Ghirlandaio (1449-1494)

Madonna_PVecchio_post

Exposto na Sala Hercules do Palazzo Vecchio em Florença – Itália, a Madonna de Ghirlandaio parece uma pintura comum do período renascentista se não fosse por um objeto voador não identificado sobrevoando o céu logo acima da imagem principal. Abaixo do suposto OVNI, também podemos ver um homem com seu cachorro, e nenhum dos dois parecem acreditar no que estão vendo: o cachorro late para o objeto e o homem posiciona a mão na cabeça, tentando bloquear a luz do sol e enxergar melhor o que aquilo poderia ser.

A explicação: Muitos estudiosos dos símbolos do renascimento dizem que o divino era representado, na maioria das vezes, em forma de destaque no céu: luzes, nuvens douradas e até objetos voadores.

  • A Crucificação de Cristo – Artista Desconhecido

 

visoki-dec48dani-monastery_post

Localizado no Monastério Visoki Dečani, na Sérvia, “A Crucificação de Cristo” é uma das pinturas que mais surpreende historiadores e pesquisadores da ufologia. O afresco reproduz a passagem bíblica da crucificação e em cada ponta horizontal da cruz, vemos duas pessoas sentadas dentro do que parece ser uma nave espacial.

A explicação: A versão aceita dentro da história da arte é que essas naves são, na verdade, representações do sol e da lua e os homens que as “pilotam” são os anjos que estavam presentes na crucificação.

  • Magnificat – Artista Desconhecido

magnificat_post

Em exposição na Basílica de Notre Dame, na França, esta peça de tapeçaria do século XIV conta a história da vida de Maria. O curioso é que ao fundo da imagem principal, conseguimos ver claramente um objeto voador no formato de um chapéu.

A explicação: no começo do renascimento as técnicas de pintura ainda não tinham se desenvolvido completamente. A profundidade e a perspectiva, por exemplo, ainda eram bem rudimentares. O que vemos como um OVNI, pode ser uma ilha distante.

Sobre Isabella Furtado

Formada em Produção Editorial e grafiteira das paredes de seu próprio quarto nas horas vagas. Descobriu a ficção científica quando tinha 12 anos e desde então, não conseguiu mais largar.

Deixe seu comentário