was successfully added to your cart.

Não faz muito tempo – e você deve se lembrar – de quando corria para as bancas de jornal ou livrarias em busca de suas histórias em quadrinhos favoritas. Essa ainda é uma experiência prazerosa de que muitos não abrem mão, mas que também já foi motivo de decepção para diversos fãs que por vezes não conseguiram encontrar suas edições desejadas ou mesmo descobriram que não existiria mais exemplares daquela edição para sua cidade.

Felizmente a tecnologia está ai para resolver todos, ou quase todos, os nossos problemas. Sim, ela invadiu até mesmo as adoradas revistas em quadrinhos com um novo conceito de HQs para Tablets e Smartphones, que não só permite que o leitor encontre volumes raros ou que já não estão disponíveis no mercado, mas também podem vir a englobar recursos de áudio, vídeo e até animação, tornando a experiência da leitura mais interativa. Atualmente, empresas como Marvel e DC Comics já disponibilizam em seus sites edições suas para download por um preço acessível. Também são famosos os aplicativos para a leitura de HQs, como o Comic Zeal, desenvolvido para a plataforma iOS.

Um bom exemplo de como a tecnologia pode transformar a leitura de HQs é o quadrinho animado Niko and the Sword of Light. Disponível na appstore, Niko é uma história desenvolvida com a junção de animação e quadrinhos.

Niko and The Sword of Light [Créditos: Divulgação]

Partindo dessa ideia a revista Antimatéria trará em seu primeiro volume uma HQ Animada que contará em quatro capítulos a história de Laura que está a procura de seu irmão Lucas, um garoto fascinado por histórias alienígenas, que desapareceu em condições misteriosas. A trama envolverá diversos recursos interativos em que você, leitor, poderá desvendar junto com Laura todos os enigmas que envolvem o sumiço de seu irmão.

Então prepare seu arsenal tecnológico, sente e aguarde ansiosamente para acompanhar o desfecho dessa história.

Sobre Antimateria

A Antimatéria é um site criado e mantido por quem ama ficção científica e adora falar sobre isso.

Deixe seu comentário